Folheim for mobile

Relações Improváveis

Até onde podem duas pessoas chegar num relacionamento ?

Hoje em dia encontramos todo tipo e forma, desde os mais caretas até os mais obscenos. Mas qual o tipo ideal de relacionamento? O número de casamentos desfeitos só aumenta, sempre sob o argumento de que "tenho o direito de ser feliz", ou "vou à procura da minha felicidade". E a tal procura geralmente começa com velhas agendas, depois com as redes sociais, e finalmente com os já conhecidos aplicativos de paquera.

Falta... Leia +

(Marcio Poletto)

Editora Samba Books

Cotidiano

Mamãe, mamãe, mamãe

Quando eu era bem criança, na semana do dia das Mães a gente sempre cantava na escola aquela música do "avental todo sujo de ovo". Quem se Lembra? Vai um trechinho aqui: "Mamãe, mamãe, mamãe, eu me lembro o chinelo na mão, o avental todo sujo de ovo, se eu pudesse eu queria outra vez mamãe, começar ... Leia +

(Marcio Poletto)

Cotidiano

Quem Espera, Sempre Cansa!

Quantas e quantas vezes você já não ouviu que “em época de crise todo mundo dá um jeito de ganhar algum dinheirinho extra”. É verdade! Mas não uma verdade absoluta. Tem muitos e muitos por aí que tem um relacionamento estranho com a crise. Simplesmente sentam e esperam ela passar.

Um exem... Leia +

(Marco Clerris)

MP-Attus Softwares de gestão para Tradings

eBooks e Literatura


OS SERTÕES

(Clássicos - Editora Samba Books - ebook)

Considerada uma das obras-primas da literatura brasileira, foi publicada em 1902, cinco anos após a campanha de Canudos, cujo trágico desfecho Euclides da Cunha testemunhou como repórter de O Estado de São Paulo, apresenta não só um completo relato da Campanha de Canudos, que foi a luta sangrenta contra os fanáticos chefiados por Antônio Conselheiro, os quais ameaçavam a segurança das cidades e povoações vizinhas, mas apresenta ainda um admirável estudo da terra e do homem do sertão nordestino, ... Leia +

sobre Euclydes da Cunha


Euclydes Rodrigues Pimenta da Cunha, engenheiro e jornalista, foi enviado pelo jornal O Estado de São Paulo, para cobir a guerra de Canudos, em 1897, cuja experiência foi fonte inspiradora para a criação de sua grande obra: Os Sertões. Positivista, antimonárquico e abolicionista. Morreu tragicamente ao trocar tiros com o cadete Dilermando de Assis, então amante de sua mulher. Nasceu em 20 de janeiro de 1866, em Cantagalo, no Rio de Janeiro, e morreu em 15 de agosto de 1909, no Rio de Janeiro, aos 43 anos.