Porfto Conecta
Folheim for mobile

Cansado(a) ? Relaxa...

Anda cansado(a) de tanto trabalhar, isso pra quem tem trabalho, cansado(a) das notícias ruins diárias, cansado(a) de ouvir e ver políticos falando e prometendo, cansado(a) da correria, da falta de perspectiva, cansado(a) do nosso país, cansado(a) de viver? Relaxe... saia para uma caminhada, respire... Leia +

(Marcio Poletto)

Cotidiano

Minha Megera Favorita

No famoso dicionário Aurélio, Megera traz o seguinte significado: s.f. Mulher irritadiça e má. Bom, toda mulher tem seus momentos irritadiços, pelo menos uma semana no mês. Quanto ao adjetivo "má", depende das circunstâncias, momento, motivos, mas todas as nossas mulheres têm lá seus momentos mais p... Leia +

(Marcio Poletto)

Porto Conecta

Política

Heróis Inesperados

Os promotores da operação Lava Jato podem se tornar os maiores heróis da história recente do nosso país. E não são frutos da mídia, nem jogadores ou atletas, muito menos políticos. São brasileiros que até outro dia eram completos desconhecidos para todos. E a força que acumularam, liderados pelo jui... Leia +

(Marcio Poletto)

MP-Attus Softwares de gestão para Tradings

eBooks e Literatura

PESSOA E SEUS HETERÔNIMOS

(Clássicos - Editora Samba Books - ebook)

Considera-se que a grande criação estética de Pessoa foi a invenção heteronímica que atravessa toda a sua obra. Os heterónimos, diferentemente dos pseudónimos, são personalidades poéticas completas: identidades que, em princípio falsas, se tornam verdadeiras através da sua manifestação artística própria e diversa do autor original. Entre os heterónimos, o próprio Fernando Pessoa passou a ser chama... Leia +

Editora Samba Books

Escritores

Domingos Olímpio


(Nasceu em 18 de setembro de 1850, em Sobral, Ceará — Morreu em 6 e outubro de 1906, no Rio de Janeiro, aos 56 anos )


Domingos Olímpio Braga Cavalcanti, escritor, advogado e jornalista. Seu romance naturalista Luzia-Homem, publicado em 1903, é considerado um clássico do gênero Ciclo das Secas, da Literatura Nordestina. Tambem escreveu várias peças teatrais e é considerado um dos precursores do moderno romance brasileiro.

Domingos Olímpio, precursor do moderno romance regionalista brasileiro, cria a personagem Luzia-Homem, protagonista que confere título à sua mais conhecida obra e que reúne qualidades físicas de homem e a beleza plástica de mulher. No romance, Luzia integra um grupo de retirantes, e sua figura forte e personalidade marcante logo atrai a atenção dos homens que disputam o amor da heroína. Considerado um clássico da Litaratura Nordestina, enquadrado no gênero Ciclo das Secas.